EFFAT reitera sua política de Tolerância Zero no Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres

A violência e o assédio com base no género persistem como uma realidade terrível em muitos locais de trabalho em toda a União Europeia, representando tanto uma causa como uma consequência da desigualdade entre homens e mulheres. Em resposta a este problema urgente, a EFFAT deu prioridade à luta contra a violência baseada no género e o assédio sexual nos últimos anos.

No Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, a EFFAT reafirma o seu compromisso no combate à violência e ao assédio de género nos seus setores. Em linha com o tema deste ano, “Laranjar o Mundo: Acabar com a Violência Contra as Mulheres Agora”, a EFFAT é solidária com as mulheres, defendendo a mudança e tomando medidas concretas para um ambiente de trabalho mais seguro e igualitário.

Hoje, a EFFAT está a relançar as recomendações “EFFAT Tolerância Zero” para combater o assédio sexual e a violência no local de trabalho, que se concentram em estratégias abrangentes para combater a violência baseada no género e promover locais de trabalho seguros e inclusivos nos setores da EFFAT.

Estas directrizes abrangentes centram-se em campanhas de sensibilização, recolha de dados, negociação colectiva de medidas preventivas e desenvolvimento de políticas e protocolos robustos. A EFFAT apela a melhorias legislativas, programas de formação e atenção aos desafios únicos enfrentados pelos trabalhadores domésticos. A organização visa criar locais de trabalho seguros e inclusivos através de legislação europeia, diretrizes e projetos em curso.

Além disso, a EFFAT centra-se na prevenção do assédio sexual em empresas transnacionais, reconhecendo a necessidade de uma abordagem holística para combater este problema sempre presente. O recente acordo com a Sodexo e a UITA e o Grupo Sodexo é fundamental para criar um quadro com medidas específicas para implementar políticas que mitiguem os impactos da violência doméstica.

A Convenção Internacional do Trabalho 190 (C190) continua a ser um instrumento fundamental na nossa luta contra a violência baseada no género. Esta convenção é uma ferramenta poderosa no nosso projecto, facilitando a avaliação da sua implementação actual, ao mesmo tempo que orienta a formulação de recomendações a nível nacional.

A EFFAT continua empenhada em participar, organizar ações coletivas e trabalhar para um futuro onde a violência contra as mulheres seja erradicada e a igualdade prevaleça.

 

 

Segue-nos

Leia nosso último boletim

Campanhas


Eventos

Congresso 2019